Corretora de criptomoedas perde quase R$ 1 milhão com ataque ao Ethereum Classic

A corretora Gate.io revelou recentemente que investigadores da sua equipe confirmaram que o blockchain do Ethereum Classic (ETC) sofreu um ataque de 51%, que custou à corretora R$ 850.000 (cerca de $230,000).

De acordo com um post da empresa, a sua equipe encontrou 7 reorganizações adicionais que presumivelmente incluíram gastos duplos, menos uma das que foram inicialmente reportadas pela Coinbase, maior corretora dos Estados Unidos.

O ataque, segundo a Gate.io, ocorreu ao longo de 4 horas, nas quais um total de 54.200 ETC – atualmente pouco mais de R$ 850.000 – foram transferidos pelo atacante. Estas transações foram mais tarde revertidas, apesar de originalmente terem sido confirmadas como legitimas.

A Gate.io acrescentou que com isto, cerca de 40.000 ETC saíram das suas carteiras. Estas perdas, afirma, serão suportadas pela corretora:

O censor do Gate.io bloqueou com sucesso as transações do atacante no início e submeteu-as a exame manual. Infelizmente, durante o ataque de 51%, todas as transações pareciam válidas e foram bem confirmadas no blockchain. O examinador passou as transações. Isto fez com que cerca de de 40 mil ETC fossem perdidos devido ao ataque. A Gate.io vai suportar as perdas pelos usuários.

A corretora aconselhou outras empresas no ecossistema a aumentarem o número de confirmações necessárias na blockchain para aceitarem transações de ETC, e aconselhou outras corretoras a bloquearem endereços associados ao atacante.

Lançou ainda um novo mecanismo para assegurar os fundos dos seus usuários contra futuros ataques 51%. Como noticiado pelo Portal do Bitcoin, a Gate.io e a Coinbase não foram as únicas a detetar o ataque. A Poloniex, na altura, desabilitou o acesso às carteiras da criptomoeda, tal como a Kraken e outras.

Inicialmente, a equipe de desenvolvedores do Ethereum Classic afirmou via Twitter que os problemas na blockchain se deviam a hashrate vinda de um fabricante, que estava na altura a testar novas máquinas para minerar a criptomoedas. Afirmou não terem sido detetados gastos duplos.

Mais tarde, o tweet que negava o ataque foi apagado, e a conta oficial do Ethereum Classic acabou por reconhecer o sucedido.

Várias equipes estão agora a investigar o ataque, e várias afirmam já ter algumas pistas que podem levar à identidade da pessoa que levou a cabo o ataque. Nas redes sociais, há quem diga até que conhece quem o fez.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post Corretora de criptomoedas perde quase R$ 1 milhão com ataque ao Ethereum Classic apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Author

Cadastre-se no Alcancei

Os detalhes da conta serão confirmados por email.

Redefinir Sua senha